segunda-feira, 31 de julho de 2017

Uma tal Larissa casada e putinha.



Olá pessoal meu nome é Larissa eu tenho 26 anos sou morena de olhos e cabelos pretos. Tenho 169 e meu peso é 64 kg. Desde que eu namorava o Lucas que nosso relacionamento é aberto tanto ele como eu temos nossas amizades e vez ou outra rola uma saída fora para curtir bons momentos de muita sacanagem e putaria.
 Lucas é muito bonito sabe faze r sexo bem gostoso, mas somos adeptos ao sexo livre. Além do mais adoro variar e gosto de curtir com outros machos.
Ele não se importa mas de uns tempos para cá começou a querer ver eu com outros machos eu não deixo ele me ver rebolando em outra pica, mas conto a ele e as vezes rola uma foto que mando ele pelo watts app de onde estou ele fica enlouquecido de tesão.Meu querido marido me acha insaciável!
Eu digo que não sou, mas ele afirma que sou sim e além do mais eu gosto de provocar os homens. Nossa última aventura foi em uma viagem de férias que fizemos. Fomos visitar alguns parente do meu marido numa fazenda do interior situada bem distante da cidade. Ali morava várias famílias que trabalhavam na colheita de cacau. O tio do meu marido construiu várias casas e na época da colheita abrigava todos os trabalhadores. Alguns com suas esposas e filhos outros sozinhos, muitos homens de todo tipo.
No primeiro dia que chegamos a fazenda a esposa do tio do meu marido alertou dizendo que ele não deixasse minha esposa sai pela fazenda sozinha e se vestir comportadamente pois muitos homens estavam ali há dias e poderia perigoso uma mulher bonita perambular sozinha entre a plantação.
Ele me falou eu vi ali a oportunidade de ver como eram aquele homens rudes na hora do sexo.
Então fiquei apenas observando e na noite de sexta-feira vi que se agrupavam para beber e conversar em volta de uma grande fogueira perto do curral. Todos ao redor de uma grande mesa comiam e bebiam conversando animadamente. Foi ai que percebi que tinha uma mulher mulata entre eles muito sorridente que volta e meia saia e logo percebia que um dos homens sai atrás e voltava em pouco tempo com olhar desconfiado. Fiquei de olho e falei para meu marido prestar atenção e assim que a mulher se afastou novamente vi um dos trabalhadores a seguir eu sai por outro lado e fui ver o que estava acontecendo. Acertei no palpite eles atrás do galpão e a mulher os deixava bolinar, mamar e até punheta ela batia ai depois de alguns minutos eles satisfeitos voltava mais aliviado e em troca lhe dava algumas notas.
Que delicia ver me deu uma vontade de tomar o lugar daquela mulata que mesmo casada estava na safadeza. Senti minha pepeka melar principalmente quando vi aquele trabalhador rustico botar a lapa de pica para fora e com ajuda da mulata em pouco tempo explodiu em gozo.
Sai de perto e voltei para o grupo para não perceberem minha ausência.
Eu com certeza no dia seguinte iria procurar aquele peão e iria rolar alguma coisa. No sábado todos iam para feira ficando apenas dois peões para ir de tarde afinal a fazenda no apoderai ficar sem ninguém.
Por volta de 10 horas eu sai, tinha tomado um banho e vesti roupas leves. Bermuda jeans com camiseta sai andando apreciando a paisagem e tirando fotos de plantas e flores. Eu andava a esmo, mas na verdade estava procurando o peão bicudo já sabia seu nome e em que casa ele ficava. Seu Jonas era o capataz da fazenda. Então sai como quem não quer nada até encontra-lo.
 Bom dia eu falei ele timidamente respondeu bom dia dona.-O pessoal saiu todos eu perguntei?
-Sim hoje tem feira na cidade e todos folgam.
-E o que tem na cidade de bom?
-Nada só feira mesmo vão comprar mantimentos e alguns vai para o puteiro gastar dinheiro com as putas e beber.
-E você não vai Jonas?
-Não hoje eu não vou!
-E casado Jonas?
-Sou sim, mas minha mulher não está aqui só vou pra casa uma vez no mês.
-E então como fica? Ontem eu vi você com a mulata Rosa!
-Você viu foi moça?
-Vi sim e gostei do que vi!
-Gostou de ver como ela faz para aliviar alguns, ou como ela é safada pois com marido presente ela ainda fode com alguns daqui.
-Não Jonas eu gostei foi de ver o tamanho de sua pica  dá duas do meu marido e desde a hora que vi penso em como deve ser gostoso segurar ela tesa entre minhas mãos.
-Moça você não é casada? Sou sim mas isto não me impede de provar de outras picas.
-E seu marido? -Ah ele finge que não sabe, mas com certeza percebe.
-Onde está ele agora?
-Foi para cidade com seu tio, eu aleguei muito calor e não fui mas na verdade queria era ver você ou quem sabe poderíamos aproveitar...
-Moça você está brincando comigo?
-Não Jonas estou querendo você dentro de mim, não estou brincando e com movimento brusco abri a minha blusa deixando os seios de fora. Ele olhou seus olhos brilhavam eu percebi que ficou com tesão. Ai ele mandou eu entrar na casa dele e fechou a porta.
-Falou eu não fui atrás de você, então se você veio se oferecer para mim não sou veado você vai ter o que merece!
-Vem Jonas me fode gostoso estou louca de tesão, eu falei.
Em poucos minutos Jonas me tirou a roupa me deitou na cama de solteiro e veio com tudo.
Guloso começou me chupando   de um jeito que fiquei doida de tesão, sua barba por fazer rolava entre minhas coxas me causando imenso tesão.Sua língua morna e áspera me proporcionou momentos de muito prazer.
Delicia e quando ele virou e começamos a fazer um 69 enlouqueci. A pica parecia um porrete de tão tesa, cabeçorra vermelha parecia que ia arregaçar minha boca.
Sexo selvagem, pois não me deu trégua gozei duas vezes seguida. Quando Jonas me puxou para cavalgar. Assim eu fiquei em cima dele como na “posição do vaqueiro “ele segurava meu cabelo, me puxava eu subia e descia em sua pica dura me fazendo gemer como uma louca, vez ou outra eu passava a mão e sentia que sua pica estava toda dentro ai eu rebolava e gemia gostoso foi assim que senti seu primeiro gozo.
Foi muita porra escorrendo pela pica abaixou dei mais umas boas reboladas e ficamos ambos com a respiração arfando.
Fomos tomar um banho e no minúsculo banheiro eu ainda paguei um boquete em Jonas sua pica ficou bem dura ai ele falou vamos para cama bi que tenho algo gostoso para tu. Fomos andando eu queria satisfaze-lo ao máximo, sabia que ia ouvir muita sacanagem ele atraia meu lado devasso então ele disse tu gosta de sexo fora do casamento então safada vai ter, quero ouvir você gemer pedindo para parar.
Eu ri e falei gemer eu vou gemer e muito Jonas mas seus ouvidos não vão ouvi pedido meu de parar eu quero sexo sem regras e sem limite. Meu limite é prazer!
Ah é safada então ele pediu para eu ficar na cama de joelhos e ainda de costas para ele. Que com jeito me começou a me comer de quatro e ainda me dava tapas na bunda e volta e meia um dos dedos ele enfiava no meu cuzinho e foi assim que eu gozei bem gostoso, senti um prazer muito grande pois adoro.
Ele socava sem parar enquanto eu gozava ai ele me vendo gemendo alto falou pra mim... Aguenta que agora sou eu... Jonas teso tirou a pica de dentro da buceta e colocou uma camisinha e me fez ficar deitada, com cabeça para baixo e os quadris empinado ai deu uma salivada no meu anel, me arrepiei foi ai que eu me abri toda e em segundo enterrou a pica inteira no meu rabo e segurou com firmeza na minha cintura para que eu não pudesse escapar. Caracas me arrombou toda foi o que pensei, mas não ele ficou algum segundos esperando meu rabo se acostumar com o invasor dentro latejando e depois começou com movimentos de vai e vem. Teve momentos que ele tirou a pica de dentro e rindo falou agora bebê não é um cuzinho seu brioco esta largão e empurrou de vez pica adentro. Se eu estava procurando sacanagens encontrei o maior dos sacanas. Fica quietinha putinha só precisa gemer gostoso e eu ali empalada com uma pica enorme dentro de mim, rebolava e gemia como uma cadela até que senti meu gozo e ele percebendo acelerou mais umas estocadas fortes e gozou comigo. O tempo passava rápido nos limpamos e Jonas acertou para eu ir embora que a noite ia marcar para ele ir até a casa grande e assim poderíamos transar a noite toda. Fui embora e no sábado os patrões foram para uma festa na cidade, meu marido foi mas já foi sabendo do que eu ia aprontar e aproximadamente 22 h Jonas vi até a casa grande entrou pois tinha chave e foi para meu quarto e assim transamos até o amanhecer, tive vários orgasmos… Jonas me comeu de tudo quando foi jeito e posição. O dia amanheceu ele foi embora e me deixou largada na cama toda gozada o homem parecia um cavalo para foder e gozar tanto. Ainda vamos ficar uma semana por aqui vou transar com Jonas e outro peão no riacho depois volto para contar a vocês, se acontecer mesmo.
Meu marido quando chegou da festa me acordou não para foder comigo, mas para eu relatar o que foi que aconteceu eu ri e disse que não aconteceu nada. Ele fingiu acreditar e fomos dormi até um pouco mais tarde, acordei ouvido a risada dele quando abriu as minhas pernas e falou porra tu fodeu foi com um cavalo está toda arrombada.
Ri junto e disse é realmente era quase um cavalo de tanto gostar de foder e gozar como  ele eu nunca vi assim.

Docecomomel(hgata)
Feira de Santana 30 de julho de 2017
Instagram docecomomel2011.
Meu blog. https://sensacoescomemocoes.blogspot.com.br/
Se gostaram do conto comente, recomende e me sigam no Instagram:docecomomel2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...