sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Moema, uma morena safada.


Olá meu nome é Raul sou solteiro tenho 34 anos, já convivi com uma mulher mas a nossa união não deu certo pois sou muito galinha e sempre acabo me relacionando com mulheres ciumenta, então para evitar confusão resolvi viver mais um pouco a minha liberdade. Trabalho como técnico de internet em uma empresa de telefonia e atendo clientes e muitas vezes as clientes acabo gerando uma amizade ou algo mais.
O algo mais que é bom sexo casual com mulheres solteiras noivas e até casadas estas são as aventuras mais gostosa de vivenciar. Adoro uma casada safada mal comida.
Pois muitas vezes seus maridos deixam a obrigação de casa para ficarem trabalhando ou curtindo pelos bares da vida.
Bem há mais ou menos 15 dias atrás eu fui convidado para um aniversário de um amigo e colega de trabalho. Seria um churrasco seria realizado na casa da sogra dele.
O bairro não era muito distante a sogra do meu amigo morava em uma vila composta de 6 casa individuais todos os moradores eram seus parentes.
Chegando lá meu amigo me apresentou a todos, muitas moças bonitas, eu apesar de não gostar muito de bebidas levei uma caixa de cerveja, já levei em uma bolsa térmica.
Meu amigo disse que não precisava se incomodar, mas já que levei seria bem aceito como presente. Logo a conversa estava animada um som de pagode tocava e algumas pessoas dançavam. A turma era bem animada depois de algum tempo observei uma morena que estava dançando e pude perceber que estava sozinha.
Linda morena que estava vestida com uma sainha bem curta que mostrava suas coxas toda de fora.
Uma delícia de pernas torneada.
De vez em quando eu olhava para ela e piscava o olho fui percebendo que minha paquera estava bem aceita foi aí que me aproximei, apresentei-me foi quando soube seu nome.
Linda morena Moema, lindo nome tanto quanto a dona dele. Ficamos conversando e dançando eu não deixava de olhar e cobiçar seu belo corpo.
Foi ai que começou a rolar um som mais solto e Moema começou a dançar rebolando na minha frente e virava de costas e abaixava eu fui ficando louco de tesão vendo a marca de sua calcinha enfiada em sua bunda. Eu tentava disfarçar mas era quase impossível tinha momentos que ela roçava a bunda no meu cacete que estava teso mas minha calça jeans era apertada não demonstrava muito, ainda bem para não passar por donzelo que não pode ver rabo de saia e quer punhetar tinha momentos que dava para ver sua calcinha vermelha toda enfiada na xoxota. Uma delícia foi aí que pararam de tocar o som pois ia bater os parabéns.
 Parabéns batidos todos servidos a comida era farta a bebidas também foi aí que sai um pouco do meio do pessoal e vim para frente do portão principal pois queria fumar.  Encostado no muro apreciando a rua tragava meu cigarro sossegadamente até que ouço uma pessoas me chamar.
-Oi Moema tudo bem? Eu sai pouco para fumar e apontando o cigarro perguntei se anão a incomodava,
-Ela disse que não e começamos a conversar. Quando ela perguntou se eu era casado e eu disse não ela sorriu dizendo ainda bem detesto escândalos. Sorrimos juntos ai foi minha vez de perguntar se ela tinha alguém?
-Ela disse sim!
-Ah que pena eu respondi.
Ela caiu na risada e falou deixa de ser bobinho agora eu tenho, mas é você.
-ah é não sabia que você estava comigo?
-Não estou mas quero ficar.
-Olha Moema deixa eu ser sincero com você não quero compromisso quero mesmo e curtir e com muito sexo, você topa?
-Uau tão direto assim?
-Claro não ando com crianças, você entende?
Claro que entendo Raul e compreendo!
-Sim já que nos entendemos onde podemos ficar sozinhos mais à vontade?
-Olha na terceira casa é onde moro junto com minha irmã que está na casa da sogra no interior, vou na frente abro a porta e deixo aberta para você está bem?
Não deixa ninguém te ver entendeu?
-Claro serei invisível e rápido como gato.
Moema saiu andando eu fiquei esperando logo eu fui atrás, entrei logo ela fechou a porta atrás de mim.
- Assim que entramos ela riu e disse que eu era muito gato, sorri falando que gata era ela que eu a achava muito gostosa, que estava louco por ela.
-Moema ficou parada na minha frente depois começamos a nós beijar eu logo tirei meu cinto a abri a braguilha para deixar solto meu cacete que estava vibrando de tesão... Moema disse que assim que me viu pensou pronto está aí um homem que me faria perder a cabeça e deixaria fazer o que ele quisesse comigo!
_É claro que fiquei lisonjeado com as palavras dela e mordiscando o lóbulo de sua orelha lhe perguntei, verdade gata que podemos ficar bem à vontade aqui?
-Claro a casa é minha podemos gemer bem gostoso que ninguém incomoda.
-uau delicia gata então começa ai conhecendo a ferramenta e coloquei a mão dela encima do meu cacete, Moema abaixou-se e com uma cara de safada começou a me chupar, lambia cabeça com a língua percorria debaixo até encima depois metia meu cacete quase por inteiro em sua boca. Fui aos poucos tirando minha roupa e a dela.
Tesuda com calcinha enfiada no rego, aí logo estávamos os dois no sofá, quando a coloquei sentada no encosto do sofá e cai de boca em sua xoxota ouvi seus gemidos alto, afastava calcinha de um lado a outro e enfiava a língua com muito tesão, em pouco tempo percebi Moema estremecendo segurando minha cabeça como quisesse que entrasse nela, seu mel abundante lambuzou meu rosto, suguei o máximo que pude. Delicia receber um gozo assim.
Foi ai que a puxei de encontro a meu colo e Moema caiu quase sentada no meu cacete me ajeitei e fui enfiando cm por cm do meu cacete em sua xoxota, Moema parecia que estava em transe gemia rebolava ai tomei-a em meu colo levantei e soquei sem dó na safada.Ali no pequeno sofá fizemos uma infinidade de posições, Moema parecia uma cavala rebolava gostoso quando estava prestes a gozar perguntei onde ela queria leitinho?
A safada tesuda disse que queria na boquinha, levantei deixando ela ajoelhada no sofá dei uns puxões em seu cabelo sentindo sua boca morna envolver meu membro teso sentia seu corpo arrepiado foi aí que segurei seus cabelos e comecei fazer movimentos de entra e sai em sua boca até que gozei foram jatos forte de muito esperma, esparramou pelo seus e o que ficou na boca a safada me mostrou depois engoliu tudo. Foi aí que fomos tomar um banho e no banheiro Moema liberou seu cuzinho, eu soube com muito cuidado meter gostoso, esfregando com uma das mãos seu grelinho e Moema gemendo gostoso gozou mais uma vez me deixando muito feliz, Terminamos nosso banho saciados e sorrateiramente voltamos para o churrasco.
Ficamos próximos um do outro mas com certa distância para que ainda não percebessem nosso entrosamento.
E daquele dia em diante Moema ficou uma visita fiel em minha casa, somos namorados   temos uma relação saudável.
Sexo entre nós não tem tabu por ideia minha eu e Moema e um colega de trabalho fizemos um ménage era desejo dela transar com um negro, fizemos e gostamos muito Moema adorou fazer DP, é claro que pintou ciuminho de minha parte quando eu ouvia seus gemidos enquanto estava sendo penetrada pelo colega, mas foi algo passageiro estamos apenas curtindo a vida da melhor forma possível. Moema uma morena gostosa safada topa qualquer patada na cama, o que mais eu posso desejar na minha vida, apenas muito tesão para foder gostoso e ouvir seus gemidos pedindo para sovar forte. Depois eu conto o ménage que fizemos com meu colega negro dotado.
Em compensação nossos momentos são cada vez melhores.


Docecomomel (hgata)
Meu Instagram: docecomomel2011
Feira de Santana 24 de fevereiro de 2017.
Bahia Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...