sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Pegando a cunhada Novinha.



Olá.
Meu nome é Diego tenho 22 anos sou negro com 182 de alt. Com 82 kg. Sou um  rapaz muito tranquilo tenho uma namorada há  seis meses e nos damos muito bem.
Sempre fazemos sexo e adoro amanhecer em seus braços depois de uma boa noite de muita putaria.
Minha namorada tem 20 anos é uma morena linda, gostosa e muito boa de cama.
Mais ultimamente anda muito atarefada estudando para fazer vestibular e está me deixando um pouco de lado.
Isto me deixa confuso porque sexo para mim tem que ser no mínimo 2 ou 3 vezes na semana.
Sempre que digo que vou passar a noite na casa dela no meio da semana ela alega que vai ter que estudar que preciso ter paciência.
Eu tenho mais é impossível ficar sem sexo até uma semana.
Assim se passaram quase dois meses, mais me aconteceu algo que foi inesperado e muito bom.
Na quarta feira passada antes de sair do trabalho liguei para ,minha namorada dizendo que ia ate sua casa e iria passar a noite por lá.
 Logo ela disse que seria impossível , pois estava estudando muito e estava menstruada.
Droga teria que bater uma punheta senão nem conseguiria dormi naquela noite.
Foi o que pensei.
Logo que sai do trabalho fui até uma lanchonete comer um sanduiche natural, muito famosa que existe em minha cidade.
Já tinha feito meu pedido quando estou na mesa vejo entrar minha cunhadinha Larissa novinha cheirando a leite com mais duas amiguinhas.
Logo ela fez seu pedido e veio sentar em uma mesa próxima .
Começamos a conversar.
Suas amiguinhas lancharam e foram embora.
Larissa perguntou se poderia lhe da uma carona até sua casa.
Disse que daria a carona mais antes teria que passar em casa para pegar a carteira para abastecer o carro.
-Ela concordou dizendo tudo bem, não tem problema é bom que  eu chego um pouco  mais tarde em casa .
Foi quando eu perguntei por seu namoradinho, com um muxoxo nos lábios ela respondeu que estava livre sem amarras de homem algum que queria era curtir.
-Eu logo pensei que bom ,bem que esta safadinha poderia me dá já que a irmã mais velha só  andava centrada em estudar.
Meus pensamentos me traíram logo meu pau estava rígido e era notado facilmente.Tendei desviar meus pensamentos, para  acalmar o meu estado de tensão
Fomos até meu carro parei na porta de minha casa e falei Larissa vou entrar rápido só vou pegar minha carteira.
Tudo bem?
Tudo só queria ir ao banheiro vá que pegamos um engarrafamento como poderei fazer?
Entendo Larissa pode ir sim e fomos em direção a minha casa.
Mostrei onde era o banheiro, meus pais estavam viajando.
Quando ela foi ate o banheiro entrou e deixou a porta aberta, quando volto do meu quarto a vejo vestindo sua saia e deu para notar a xoxotinha lisinha e a marca do biquini.
Eu com os lábios assoviei fiu fiu ainda com marquinha de praia minha deusa.
Sim Marcos adoro praia e você sabe que sou bem mais vaidosa do que sua namorada que só pensa em estudar.
Sei sim Larissa e isto está me matando,  pois fico sem sexo direto.
-Fica por que quer afinal pra isto que serve as cunhadas e amigas.
Está de zoação comigo Larissa?
-Claro que não Marcos você sem porque a mana só estuda eu sem pois estou sem namorado que mal há em juntar o útil ao agradável.
-Caracas você falando assim já comecei  a ficar excitado.
-Então deixa ver esta sua excitação e aproximou-se com a mão segurou meu cacete e ficou apalpando.
-Hum duro está deixa ver se é bom de tamanho.
Enfiou a mão por dentro do zíper e ficou apalpando sem parar.
-Para Larissa desse jeito  eu não aguento vou gozar logo!
-Goza meu cunhadinho , mais goza com gosto na tua cunhadinha safada sedenta de leitinho.
-Pequei a putinha no colo levei para meu quarto botei na cama suspendi sua saia , cai de boca na xoxotinha lisa meladinha.
Logo recebi  em meus lábios seu mel delicioso e farto.
Safada gostosa rebolava com a xoxotinha na minha boca ,me lambuzava o rosto todo.
Metia língua fundo, prendia o  grelo nos lábios mordiscando sem parar só sentindo seus tremores pelo corpo inteiro.
-Ai  ela ficou me masturbando ate que quase eu gozo.
Foi que peguei virei ela de quatro (4) fiquei em pé na beirada  da cama e comecei a comer a cunhadinha ninfetinha safada.
Metia com força sentindo suas carnes apertando meu cacete, socava sem pena, só queria ouvir seus gemidos ,ela só pedindo que o cunhadinho fudesse gostoso.
Eu ainda consegui aguentar  de 15 a 20 minutos comendo sua xoxota gostosa ate que percebo meu gozo se aproximando e já ia tirando o cacete de dentro, quando Larissa disse que queria leitinho na xoxotinha.
Soquei mais algumas vezes e logo explodi em gozo.
A safada tremia e gemia como uma gata no cio.
Deliciosa foda de inicio de noite.
Fomos tomar banho e eu falei que ia levar ela até em casa.
-Ela rindo falou que iria telefonar que ia dormi na casa de uma amiga , que queria terminar a noite com o cunhado safado.
Pois bem pessoal eu nunca transei como naquela noite fiz todas posições imagináveis, chupei e fui chupado como nunca. Gozei  na garganta de minha cunhada como nunca tinha feito com a minha namorada, sem deixar de falar que nunca minha namorada tinha sentado no meu cacete de rabo como a cunhadinha fez.
Foi a minha melhor noite de sexo.
E ao amanhecer a cunhadinha safada falou Marcos meu querido valeu pela noite maravilhosa quando estiver carente já sei quem  devo procurar para saciar meus desejos de puta safada.
Levantou-se e com a boca suja de minha própria porra me beijou e deu um até logo.
-Aff ninguém merece uma despedida desta , mais que foi bom e continua sendo ,pois agora a cunhadinha sempre presente nas noites de muito sexo.
Motel a coisa natural no meio da semana agora.
E sabem de uma quem tem uma não tem nenhuma o certo mesmo e curtir mesmo a vida.

Docecomomel.
Feira de Santana ,28 de janeiro de 2016
Bahia Brasil.

Um comentário:

  1. Fiquei exitado todo e gozado a noite trepei com minha noiva só pensando nesse conto.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...